quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Projeto livro de brincadeiras


OBJETIVO COMPARTILHADO COM OS ALUNOS (PRODUTO FINAL): criar um livro de brincadeiras e finalizar o projeto com uma manhã de brincadeiras em que os alunos ensinam as brincadeiras do livro e brincam com os alunos de outras classes.

JUSTIFICATIVA: A confecção de um livro de brincadeiras possibilita às crianças colocarem em jogo seus conhecimentos sobre a língua escrita, usando-os como instrumento para aprender novas brincadeiras, registrar e ensiná-las a outras pessoas.

O QUE SE ESPERA QUE OS ALUNOS APRENDAM:
1. Ampliar o repertório de brincadeiras.


2. Apropriar-se, mediante o uso, das características de um texto instrucional.


3. Escrever as regras das brincadeiras respeitando as características desse tipo de texto.


4. Revisar textos.


5. Fazer ilustrações considerando a complementaridade com o texto escrito.


6. Escrever considerando a diagramação deste tipo de texto.


7. Aprender procedimentos de consulta a livros instrucionais.


8. Utilizar procedimentos de revisão e reescrita de textos.


9. Desenvolver atitudes cooperativas.


10. Desenvolver atitudes de respeito para com os colegas.


11. Escutar os colegas.


12. Opinar nas questões do grupo favorecendo o entendimento.

O QUE O PROFESSOR DEVE GARANTIR NO DECORRER DO PROJETO:

1. Levar para a classe livros instrucionais (especialmente de regras de jogos) a fim de que os alunos consultem-nos sempre que preciso.


2. Possibilitar que os alunos exerçam diferentes funções em todas as tarefas e brincadeiras.


3. Possibilitar que os alunos procurem soluções para os conflitos durante as brincadeiras.


4. Favorecer as iniciativas individuais e coletivas, acolhendo as idéias dos alunos e possibilitando que sejam colocadas em prática.


5. Promover momentos de escrita coletiva das regras das brincadeiras escolhidas.


6. Propor questões que façam os alunos pensarem sobre o texto específico, sua diagramação e função da ilustração.


7. Garantir, sempre que possível, o trabalho em grupos para que os alunos possam ser parceiros de fato, colocando em jogo os saberes individuais.


8. Incluir a participação dos alunos a cada retomada do planejamento do projeto.
ETAPAS PREVISTAS:
- Combinar com o grupo a confecção de um livro de brincadeiras para doá-lo a outra classe da escola e convidá-la para uma manhã de brincadeiras organizada por eles.


- Propor que cada aluno escreva e depois leia para o grupo o nome de cinco brincadeiras que mais gosta.


- Fazer, num cartaz, uma lista comum com todas as brincadeiras preferidas (alunos podem ser os escribas).


- Escolher, por votação, três brincadeiras para brincarem.


- Propor que as brincadeiras escolhidas sejam ensinadas pelos mesmos alunos que as propuseram.


- Distribuir livros de jogos de regras para grupos com quatro a cinco alunos e propor que cada aluno escolha um jogo para ensinar aos colegas da classe. Brincar.


- Registrar coletivamente uma das brincadeiras realizadas: levantar as regras, a maneira de jogar, os materiais necessários, etc. (professor como escriba).


- Distribuir livros de jogos em pequenos grupos, propor que cada grupo escolha um jogo para ensinar aos colegas da classe.


- Explicar para todos como se joga a brincadeira escolhida e brincar.


- Propor aos alunos que pesquisem com seus pais qual a brincadeira de que mais gostavam quando crianças. Cada um deverá anotar como se joga a brincadeira e, na classe, explicar para os colegas.


- Propor que cada aluno leia o nome da brincadeira preferida do pai ou da mãe (ou avós, tios, etc.).


- Fazer uma lista coletiva com todas as brincadeiras pesquisadas (um aluno pode ser o escriba).


- Votar, entre essas, quatro brincadeiras preferidas.


- Pedir que os alunos leiam o registro das brincadeiras vencedoras e expliquem como se joga.


- Brincar.


- Registrar coletivamente (para cada brincadeira escolhida, um aluno pode ser o escriba) as brincadeiras escolhidas para compor o livro: levantar as regras, maneira de jogar e materiais necessários.


- Analisar o formato dos livros já publicados por editoras que ensinam brincadeiras.


- Listar as partes que compõem um livro deste tipo (índice, agradecimentos, dedicatória, etc.).


- Eleger um formato para o livro do grupo e as partes que venham a compô-lo.


- Distribuir os textos das brincadeiras, escritos na segunda-feira, para que sejam revistos e organizados de acordo com o formato combinado.


- Conversar sobre a função das ilustrações nos livros instrucionais e apreciar algumas imagens.


- Propor que cada aluno ilustre uma brincadeira com a canetinha preta para poder xerocar depois.


- Combinar quais brincadeiras serão propostas para as outras classes durante a manhã de brincadeiras.


- Escrever uma lista do material necessário para o evento.


- Rever o planejamento da manhã de brincadeiras.


- Fazer o texto coletivo para o convite do evento (a ilustração pode ser individual).


- Entregar os convites nas outras classes.


- Preparativos para a manhã de brincadeiras (seleção de material, escolha dos espaços da escola, etc.).


- Lançamento do livro.


- Manhã de brincadeiras.

0 comentários:

Postar um comentário